domingo, 9 de setembro de 2012

Conselhos de um juvena


Estou ficando velha, meu amigo. Estou ficando velha, mas mantenho a mente juvena e ando com juvenas.
Não subestimo mais quem é mais novo do que eu. Mania besta de alguém que é velho e não se reforma jamais. A mente fresca de um jovem pode fazê-lo errar e levar pessoas ao seu erro também. Contudo, quando o jovem anda nos caminhos do Senhor, esse será um cara ou uma mina que estraçalha as trevas e finca estacas do Reino dos céus.
Estou no meio de uma geração que não é a minha. Sinto-me como Calebe, um velho numa geração de novos, mas um velho que vai viver a promessa e vibrará como uma criança em diversão. Eu viverei todas as promessas que Deus preparou para mim.
A maioria dos meus atuais amigos são tenros; querem estar perto de mim para aprender algo, e eu percebo e dou Glória a Deus por ser um exemplo. Entretanto, de vez em quando me surpreendo com conselhos de uma mocinha que talvez ninguém dê nada por ela; ou do rapaz que quieto e ainda ensina como desejar ainda mais a Deus.
Basta de barreiras que colocamos; um jovem pode ser o que nenhum velho sonhou ser.
Vandressa Holanda Gefali
Direto desta geração.

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei!!!

rebelc ellen santos oliveira disse...

Sensacional!!! Estou fazendo de seu blog o livro de leitura de todos os dias... Belas palavras e experiências... Dignos de serem compartilhados! Que Deus continue a te usar e falar através da sua vida.