quinta-feira, 4 de abril de 2013

A vida muito mais que um livro


         Não sou um personagem fictício. Não sou história para boi dormir. Não sou um personagem plano, convencional, cheio de marasmo de um livro de histórias. Eu sou alguém que Deus criou para algo diferente. Ele tem uma nova história comigo a cada manhã.
Se eu não acreditar nesse referencial bíblico, já não posso criar histórias, vivê-las com intensidade a cada dia – o mal que basta para cada feita. Quando acordo de manhã já penso que entrarei num enredo que Deus já abençoou, e ainda que seja medonho, a epopeia é toda minha, somente minha.
Então, chego a minha casa pela noite, tomo banho, como, vou orar, e começo a rir ou chorar para Deus, dizendo sem palavras sobre aquela situação do dia, que pode ser constrangedora ou não, e percebo que Ele está me ouvindo, rindo ou chorando também, constatando que eu consegui chegar ao fim do conto que ele escreveu.
Vou dormir. Durante a noite Deus digita outra peripécia. O que será dela? Bem sei que no final ela sempre terá o final feliz em consolos de paz.
Vandressa Holanda Gefali
Direto desta geração.

Nenhum comentário: